+55 11 2157-8329 | +55 11 2157-8124

News

Driblando a artrose

Também conhecida como osteoartrite, a artrose é uma doença que ataca as articulações, principalmente as das mãos, coluna, joelho e quadris, causando o desgaste da cartilagem e danificando também ligamentos, membrana sinovial e líquido sinovial.


Também conhecida como osteoartrite, a artrose é uma doença que ataca as articulações, principalmente as das mãos, coluna, joelho e quadris, causando o desgaste da cartilagem e danificando também ligamentos, membrana sinovial e líquido sinovial. 

A artrose pode surgir pelo uso excessivo de uma articulação, pelo envelhecimento natural do organismo ou como consequência de alguma doença como obesidade, diabetes ou distúrbios hormonais, entre outras. Também pode surgir a partir de movimentos repetitivos diários, como em atividades realizadas por professores, atletas de alto rendimento etc. As mulheres são as mais propensas a desenvolverem a doença.

A artrose piora progressivamente com o tempo, e não existe cura. Mas os tratamentos podem retardar a progressão da doença, aliviar a dor e melhorar a função articular.

Tenho ou não?

A intensidade dos sintomas varia de pessoa para pessoa e justamente por isso a doença pode ser detectada no início ou então demorar anos para ser diagnosticada.

O sintoma mais comum é a dor nas articulações afetadas, cuja intensidade geralmente aumenta no final do dia. Inchaço, calor e rangidos também são outros sintomas, assim como rigidez articular, que pode surgir após longos períodos de inatividade (durante o sono, muito tempo sentado etc.)

Na coluna vertebral, a artrose causa dor no pescoço, no dorso ou na região lombar. Nos dedos das mãos, provoca a formação de nódulos duros, causando deformações. Nos joelhos e quadril, provoca alterações estruturais que podem comprometer a locomoção.

Após perceber algum destes sintomas, é importante consultar um médico, que irá solicitar diversos exames clínicos e de imagem.

Como tratar

Após o diagnóstico, o médico irá avaliar a necessidade ou não de prescrever medicamentos. Além disso, é importante destacar que a fisioterapia e a prática de exercícios ajudam a prevenir a perda ou a limitação dos movimentos, a atrofia e a fraqueza muscular e a instabilidade das articulações.

É sempre bom ressaltar que músculos mais fortes ajudam a proteger as articulações, mas evite apenas exercícios com alto grau de impacto.

Nesse sentido, a fisioterapia é fundamental. Após análise, nossos profissionais irão sugerir um tratamento completo e individualizado que levará em conta todo o seu histórico e particularidades. Entre outros procedimentos, poderão ser incluídos:

  • Eletrotermoterapia
  • Ultrassom
  • Terapia com laser
  • Magnetoterapia
  • Maca de descompressão
  • Terapias manuais
  • Fitness Clínico
  • Condicionamento Físico Assistido

Cada um desses tratamentos aqui na Physio são exclusivos, pois contamos com equipamentos importados de última geração, utilizados por uma equipe altamente capacitada e preparada para atender suas necessidades de forma personalizada e individualizada.

Venha tomar um expresso conosco, conhecer nosso espaço e fazer sua avaliação.

Aguardamos você!


<- Voltar