+55 11 2157-8329 | +55 11 2157-8124

News

O que é e como tratar tendinopatia do tendão patelar (TTP)


Autor: Daniel Padilha - Coordenador Clínico / CREFITO: 3/235810-F

Publicada em : 23/11/2018

 

O tendão patelar, também chamado de ligamento patelar, é uma estrutura onde se insere a patela, de maneira que ela se conecta às demais estruturas contidas no joelho. Sua função é promover a mobilidade da patela durante o movimento de extensão e flexão do joelho.

Quando algum fator como inflamação ou lesão afeta este tendão, trazendo repercussões ao paciente, a condição resultante é denominada de tendinopatia do tendão patelar (TTP).

O principal grupo afetado por essa patologia são em geral os atletas, que devido à execução de atividades com saltos, acabam sofrendo com a irritação desta estrutura.

Embora seja mais comum que atletas sejam acometidos, a tendinopatia do tendão patelar pode vir a afetar outros grupos, interferindo assim, diretamente na qualidade de vida e na realização das tarefas de rotina do indivíduo.

 

Quais são as causas da tendinopatia do tendão patelar?

A tendinopatia do tendão patelar afeta principalmente atletas ou praticantes de atividades físicas onde é necessária a realização de muitos saltos. Por este motivo, esta patologia também é conhecida como “joelho de saltador”.

Pode ser causada pela prática de esportes com saltos, esportes com treinos mais longos e realizados com maior freqüência semanal, excesso de peso, uso de calçados inadequados e condições anatômicas específicas, como a frouxidão ligamentar, por exemplo.

 

Sintomas

O principal sintoma observado pelos pacientes é a dor. A sua intensidade irá depender do nível de acometimento do paciente e pode ainda aumentar dependendo do movimento realizado, tanto nas atividades do dia a dia ou durante a palpação do local.

 

Como é feito o diagnóstico?

Para realizar o diagnóstico desta condição, é necessário reunir algumas informações, como o histórico do paciente, exame físico e exames de imagem, a fim de confirmar a suspeita inicial.

Há dois tipos de exames de imagem que podem ser feitos para que possa se visualizar a estrutura e a sua integridade. São eles a ultrassonografia e a ressonância magnética.

O raio-X não é uma opção de exame neste caso, pois ele não permite a visualização das chamadas estruturas moles, como é o caso do tendão patelar.

 

Tratamento

O tratamento da TTP na maioria das vezes é realizado de forma conservadora, através de medicamentos e principalmente fisioterapia. Porém, em casos mais avançados, pode-se haver a necessidade de uma intervenção cirúrgica.

·        Tratamento medicamentoso: O tratamento medicamentoso é basicamente a ingestão de analgésicos e anti-inflamatórios a fim de diminuir a dor.

·        Tratamento cirúrgico: Neste caso, a cirurgia tem por objetivo principal realizar o realinhamento da patela para evitar problemas secundários e aumentar o aporte sanguíneo na área que está sendo degenerada. A cirurgia só é realizada em último caso.

·        Tratamento com a fisioterapia ortopédica: O tratamento fisioterapêutico é baseado nos sinais e sintomas apresentados pelo paciente. A partir disso e de uma avaliação minuciosa, serão traçados os objetivos e condutas que serão realizados.

O paciente terá que procurar um fisioterapeuta, seja para realizar um tratamento conservador para tentar uma recuperação sem a necessidade de cirurgia, ou então após a cirurgia para fazer o acompanhamento e a recuperação de forma correta e segura.

Em ambos os casos, a fisioterapia atua de forma importante na recuperação da função, no retorno às atividades de rotina e na melhora da qualidade de vida.

Uma parte importante é seguir as orientações passadas pelo profissional, a fim de evitar a realização de movimentos que possam exacerbar a dor e que serão essenciais para que haja o sucesso do tratamento.

Além disto, o tratamento com a fisioterapia ortopédica envolve a utilização de recursos eletrotermofototerapêuticos para a diminuição da dor e do processo inflamatório causados pela TTP.

É importante também a realização de alongamentos de forma adequada e orientada pelo profissional, assim como o fortalecimento, a fim de evitar que o paciente venha a se machucar durante a realização de algum exercício.

Existem ainda outras abordagens terapêuticas dentro da área da fisioterapia, que podem ser cruciais para que haja uma ótima recuperação do paciente. Lembrando que o profissional irá definir qual é o melhor recurso a ser utilizado no seu caso de acordo com a sua rotina e a sua necessidade.

 

Referência Bibliográfica:

http://globoesporte.globo.com/eu-atleta/saude/guia/tendinite-patelar-inflamacao-afeta-o-joelho-devido-ao-esforco-repetitivo.html

https://www.hong.com.br/tendinopatia-patelar/

 

 

Entre em contato com a Physio Institute através do nosso telefone, site ou WhatsApp, agende uma avaliação e venha conhecer a nossa clínica e os tratamentos oferecidos.

 


<- Voltar